Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 12.09.2019 - Proae divulga calendário de inscrições para acesso subsidiado ao RU para os ingressantes cotistas L1,L2,L9 e L10 do semestre 2019.2

Notícias

12.09.2019 - Proae divulga calendário de inscrições para acesso subsidiado ao RU para os ingressantes cotistas L1,L2,L9 e L10 do semestre 2019.2

publicado: 12/09/2019 12h51 última modificação: 12/09/2019 12h51

A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) por meio da Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (Proae) divulga o cronograma de inscrições para o acesso subsidiado ao Restaurante Universitário (RU) dos Campi Sede em Petrolina, Ciências Agrárias e Juazeiro. As inscrições são abertas para os calouros do período 2019.2 que tenham ingressado em cursos de graduação presencial através do sistema de cotas, nas modalidades L1, L2, L9 e L10. O cadastro deve ser feito exclusivamente no sistema PAE https://www.sistemas.univasf.edu.br/pae/

No momento da inscrição, o discente deve escolher a Modalidade “Cadastros Cotistas L1, L2, L9 e L10 (2019.2) – Restaurante Universitário P1”. Os estudantes destinados a estas modalidades pagarão um valor de R$ 1,50 na refeição, os que não estão nas modalidades pedidas terão acesso ao RU pagando o valor integral da refeição.

Cronograma de Inscrições e acesso subsidiado ao RU

 Modalidades

Grupo L1: candidatos com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.

Grupo L2: candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.

Grupo L9: candidatos com deficiência que tenham renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.

Grupo L10: candidatos com deficiência autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, que tenham renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.