Você está aqui: Página Inicial > Conteúdos Carta de Serviços > Carta DSI > Importação de dados de planilhas ou banco de dados externos

Importação de dados de planilhas ou banco de dados externos

publicado 21/10/2015 15h51, última modificação 06/01/2017 15h43
Nome do ServiçoImportação de dados de planilhas ou banco de dados externos
Público-Alvo Servidores/funcionários da Univasf.
Descrição do Serviço

Este serviço consiste no aproveitamento de dados existentes em planilhas ou sistemas de terceiros fornecidos pelo solicitante para serem usados em sistemas  hospedados nos servidores da Univasf.

 Há casos em que o solicitante dispõe de dados externos à STi os quais,  motivados por uma demanda institucional,  devem ser incorporados aos servidores da Univasf a fim de viabilizar atendimento de demandas institucionais.  Ex: dados de outras instituições que devem ser incorporados aos sistemas da Universidade.

Nestes casos, o usuário poderá solicitar auxílio da equipe de desenvolvimento do STi para migração dos referidos dados.

Desta forma, será feita uma análise da STi a fim de homologar a compatibilidade e viabilidade da migração dos dados dentro do ambiente do parque tecnológico da Univasf.

Após a finalização de todo o processo de análise, sendo constatada a viabilidade, o STi emitirá um parecer positivo (informado através de e-mail ou Sistema de Suporte) e procederá com os procedimentos de importação dos dados.

Requisitos necessários à solicitação

A solicitação deverá ser feita por um usuário cadastrado no Sistema de Suporte da Secretaria de Tecnologia da Informação, no endereço: www.univasf.edu.br/suporte

Documentos necessários à solicitação

A documentação de solicitação é feita através da utilização do Sistema de Suporte –STi. No ambiente do sistema o usuário poderá verificar número do chamado, data de abertura, data de recebimento, data de finalização, setor responsável pelo atendimento, entre outras informações

Como solicitar o serviço

O usuário deverá abrir um chamado através do Sistema de Suporte informando a necessidade do atendimento, especificando o melhor horário (data e turno) para atendimento, como também o tombo do equipamento (quando for o caso). O sistema de suporte pode ser acessado através do endereço: www.univasf.edu.br/suporte. A especificação da data para importação deve levar em consideração a data do fornecimento dos dados à STi.

Forma de prestação do serviço

Um técnico da STi efetuará o atendimento presencialmente, realizando o diagnóstico do problema, prestando as informações necessárias ao usuário.

Em casos de atendimento onde a resolução do problema for possível através de orientações via telefone, e-mail, ou sistema de suporte, a STi entrará em contato com o solicitante afim de instruí-lo a realizar os procedimentos necessários para que a demanda seja sanada.

Após a análise de viabilidade da migração dos dados, a STi emitirá um parecer informando laudo positivo ou negativo. O parecer será dado via e-mail ou Sistema de Suporte.

Especificidades do serviço

Há casos em que a efetivação da migração necessitará do envolvimento de outros setores internos ou externos à STi. Nesses casos, o setor de desenvolvimento deverá orientar o solicitante sobre como proceder a fim de viabilizar a migração dos dados.

Prazo mínimo para solicitação (a ser obedecido pelo demandante)

Não se aplica.

Prazo máximo para a prestação do serviço (comprometimento do setor)

Haverá dois prazos a serem considerados para este tipo de serviço:

1º - Quanto à análise e parecer da viabilidade de importação de dados:

O prazo máximo para a emissão do parecer do serviço estará condicionado à quantidade de chamados demandados pela universidade no período da solicitação do usuário. No entanto, em condições normais de atendimento, o prazo máximo para o atendimento desta demanda será de 05 (cinco) dias úteis, a serem contados a partir do fornecimento dos dados à STi pelo solicitante.

 

2º - Quanto à migração dos dados:

O prazo máximo para a prestação do serviço estará condicionado à quantidade de chamados demandados pela universidade no período da solicitação do usuário. No entanto, em condições normais de atendimento, o prazo máximo para o atendimento desta demanda será de 10 (dez) dias, contato a partir da data de emissão do parecer pela STi.

 

Obs: Há casos em que a efetivação da migração necessitará do envolvimento de outros setores internos ou externos à STi. Nesses casos, o setor de desenvolvimento deverá orientar o solicitante sobre como proceder a fim de viabilizar a migração dos dados. Nesses casos, os prazos devem ser revistos.

Prazo para resposta sobre (in) deferimento da solicitação

O prazo máximo para a emissão do parecer do serviço estará condicionado à quantidade de chamados demandados pela universidade no período da solicitação do usuário. No entanto, em condições normais de atendimento, o prazo máximo para o atendimento desta demanda será de 05 (cinco) dias úteis, a serem contados a partir do fornecimento dos dados à STi pelo solicitante.

Formas de comunicação com o solicitante (incluindo meios para a reclamação)

O solicitante poderá entrar em contato com o STi a qualquer momento para tirar suas dúvidas a respeito de seu atendimento, através do telefone da secretaria que atualmente é “87-2101-6809”. No entanto, para título de documentação e informação oficial tanto os questionamentos/respostas do solicitante quanto os questionamentos/respostas do STi devem ser feitas através do próprio Sistema de Suporte.

Responsabilidades do solicitante

O solicitante deve acompanhar o atendimento de sua solicitação através do sistema de suporte, respondendo aos questionamentos feitos pela STi através deste sistema, condição necessária para continuidade do atendimento.

Sempre que possível, o solicitante deverá estar presente no momento do atendimento. Quando não o for, deverá deixar o equipamento acessível aos técnicos da STi.

Obs.: Há casos em que a presença do solicitante do solicitante se torna indispensável para o atendimento da solicitação, seja por motivo de segurança da informação, ou para orientar o técnico quanto às especificidades do atendimento desejado; estes casos serão informados previamente pela STi.

Prioridades no atendimento

Atendimento realizado por ordem cronológica de chegada da solicitação, sendo atendidas prioritariamente as solicitações mais antigas.

O grau de prioridade da solicitação será definido após análise de viabilidade sendo formalizado e acordado no Acordo de Nível de Serviço.

O tempo de espera para atendimento vai depender da quantidade de solicitações anteriores e do grau de priorização da demanda.

Indicação do órgão responsável pelo (in) deferimento Não se aplica
Procedimentos em caso de alteração / cancelamento da solicitação

Informar através de Sistema de Suporte.

Implicações decorrentes da alteração / cancelamento da solicitação

Alteração no prazo de atendimento ou encerramento do chamado.

Indicadores de qualidade  de atendimento à solicitação

Avaliação de atendimento via sistema de suporte.